Formação de Vigilantes

Banner Site2

Frota de blindados da Protege ganha 1º caminhão refrigerado para transporte de cargas

O Grupo Protege expande a atuação do serviço de Carga Segura com a chegada do seu primeiro caminhão blindado com baú refrigerado. O veículo é certificado pela Anvisa e pela Polícia Federal e será destinado para medicamentos, vacinas, insumos farmacêuticos e produtos perecíveis de uma maneira geral, que necessitam de rígido controle de temperatura durante todo o percurso de transporte da carga.

O novo caminhão é equipado com conjunto cavalo mecânico da Volkswagen modelo Constellation 24.280 8×2, com blindagem que atende o nível mais alto de homologação estipuladas pelas autoridades brasileiras e com capacidade para 14 toneladas de carga. O transporte é realizado com uma equipe embarcada de quatro vigilantes armados, com rastreamento por satélite e abertura de portas remota controlada pela central.

“A demanda do segmento farmacêutico por transporte de insumos e medicamentos por caminhões blindados é crescente, principalmente para a logística de transporte entre a fábrica e o centro de distribuição”,

formatura (54)

Intensivo 10 Formação de Vigilantes – Venda Nova | Formandos 2017

promoção prorrogada

PROMOÇÃO PRORROGADA- REGULAMENTO DA CAMPANHA PROMOCIONAL “Promoção de Independência”.

1 – DA CAMPANHA PROMOCIONAL: Esta campanha promocional (“Promoção de Independência”) é instituída pela Escola Mineira de Segurança Ltda. (EMS), com sede na cidade de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, na Av. Amazonas, 491, 17º e 18º andares, Centro, inscrita no CNPJ sob o n° 05.845.911/0001-33.
Esta promoção é dirigida a todas as pessoas que pretendem se matricular no curso de formação e extensão da EMS e tem o objetivo de incrementar a sua atividade comercial mediante oferecimento de preços promocionais para matrícula.
2 – DO PERÍODO DE VIGÊNCIA: Esta promoção foi prorrogada e tem seu período de vigência por tempo indeterminado. Dessa forma, será beneficiado pelo desconto promocional quem se matricular através da central de atendimento (CALL CENTER), e efetivamente realizar o pagamento à vista do valor no Período de Vigência.
3 – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:
3.1. Esta promoção se estende para todas as filiais da EMS;
3.2.

Banner Site2

Seguranças frustram tentativa de assalto no Shopping Continental

Três indivíduos tentaram assaltar o Shopping Continental no Parque Continental na divisa de Osasco com São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 4.

De acordo com a assessoria de imprensa, três homens entraram no local para tentar assaltar uma casa de câmbio, mas os seguranças do local perceberam a movimentação estranha e seguiram os passos dos três homens, que devido a vigilância dos seguranças deram meia volta e se evadiram.

Alguns grupos de whatsapp espalharam que aconteceu uma troca de tiros, trata-se de boato.

A ocorrência aconteceu por volta das 10h da manhã e o shopping funciona normalmente.

Fonte: Robson Donizete
Leia mais: https://goo.gl/ddWTPT

formatura bt (52)

Noturno 04 Formação de Vigilantes – Betim | Formandos 2017

formatura (57)-min

Intensivo 10 Formação de Vigilantes – Betim | Formandos 2017

Noticias EMS

Roubo de carga no Brasil: uma visão geral do problema

De acordo com informações da Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística (NTC) e do Guia do TRC, entre 2010 a 2016 o roubo de carga no Brasil teve um aumento de 48% em seus níveis. Isso, por consequência, gerou um prejuízo na ordem de mais de R$ 8 bilhões para as empresas. Ou seja, esse tipo de crime vem crescendo ano após ano e, por isso, precisamos estar muito atentos a essa questão.

Esse quadro é em especial alarmante para a região Sudeste do país, especialmente os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, uma vez que a região representa mais de 80% dessa totalidade. Entretanto, outras regiões também demonstram indicadores em evolução.

Quais os principais alvos de roubo de cargas no Brasil?

Hoje, podemos constatar que os principais alvos dos criminosos têm sido os produtos alimentícios, eletroeletrônicos e cigarros,

formatura (50)-min

Noturno 06 Formação de Vigilantes – BH | Formandos 2017

PROMOÇÃO

REGULAMENTO DA CAMPANHA PROMOCIONAL “Condições exclusivas central de atendimento”.

1 – DA CAMPANHA PROMOCIONAL: Esta campanha promocional (“Condições exclusivas central de atendimento”) é instituída pela Escola Mineira de Segurança Ltda. (EMS), com sede na cidade de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, na Av. Amazonas, 491, 17º e 18º andares, Centro, inscrita no CNPJ sob o n° 05.845.911/0001-33.
Esta promoção é dirigida a todas as pessoas que pretendem se matricular no curso de formação e extensão da EMS e tem o objetivo de incrementar a sua atividade comercial mediante oferecimento de preços promocionais para matrícula.
2 – DO PERÍODO DE VIGÊNCIA: Esta promoção terá início em 29/08/2017 às 12h00(horário de Brasília) e tem seu período de vigência por tempo limitado. Dessa forma, será beneficiado pelo desconto promocional quem se matricular através da central de atendimento (CALL CENTER),  e efetivamente realizar o pagamento à vista do valor no Período de Vigência.
3 – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:
3.1. Esta promoção se estende para todas as filiais da EMS;

Noticias EMS

Projeto libera armas de maior calibre para vigilantes

O senador Waldemir Moka (PMDB-MS) apresentou um projeto que permite aos vigilantes que atuam na segurança de bens e dinheiro portarem armas mais potentes. Na sua opinião, os assaltos a bancos, carros-fortes e empresas de guarda de valores estão “mais ousados”, e tais profissionais se encontram em situação de “extrema fragilidade”.

De acordo com o PLS 16/2017, os vigilantes que prestam serviço para instituições financeiras poderão portar pistolas de calibre .40 polegada e, quando atuarem no transporte de valores, fuzis de 5,56 milímetros. A condição para o uso dos armamentos é o treinamento específico de manuseio.

De acordo com a legislação atual, os vigilantes já podem fazer uso de revólver calibre 32 ou 38 e de espingarda de calibre 12, 16 ou 20. O projeto também estipula que todas as armas utilizadas pelos profissionais sejam de fabricação nacional, para que haja estímulo à base industrial de defesa brasileira.

Moka explica que a lei que regulamenta o armamento de vigilantes está defasada,