Banner Site

Sindicato fecha o cerco à vigilância clandestina

O Sindicato tem intensificado a fiscalização com vistas ao combate à vigilância clandestina. Nas fiscalizações a empresas e em eventos, diretores da entidade, tem conferido se todos os trabalhadores são vigilantes profissionais e se os direitos trabalhistas, como jornada, alimentação e transporte, entre outros, estão sendo cumpridos.
Recentemente, em ação de fiscalização em um evento de grande porte na cidade de Santa Luzia, na Região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), diretores da entidade flagraram dezenas de pessoas exercendo a profissão de vigilantes ilegalmente, inclusive menores de idade. O caso será denunciado às autoridades.
Para acabar de uma vez por todas com essa prática, que tem prejudicado a categoria, o Sindicato pede aos trabalhadores que denunciem as empresas que agem de forma ilegal, para que sejam tomadas as devidas providências, inclusive judiciais.
O Sindicato também orienta aos vigilantes que trabalham em grandes eventos para que exijam seus direitos, como o recebimento do valor por hora de serviço estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho de 2016. Confira no quadro abaixo.

tabela

Fonte: Imprensa do Sindicato.
Leia mais: http://fitv.com.br/site/destaque/sindicato-dos-vigilantes-de-minas-gerais-fecha-o-cerco-a-vigilancia-clandestina

Comments are closed.