Porque investir-01

Por que investir no curso de Formação de Vigilantes?

A segurança privada é a atividade de vigilância, segurança e defesa do patrimônio ou segurança física de pessoas, de forma armada ou desarmada, autorizada, controlada e fiscalizada pelo Ministério da Justiça, por intermédio da Polícia Federal. 

As atividades abrangidas pela Segurança Privada são: Vigilância Patrimonial; Transporte de Valores, Escolta Armada e Segurança Pessoal.

Hoje, não se pode enxergar a segurança privada como algo para ser deixado em segundo plano, uma vez que tanto as pessoas físicas quanto as organizações precisam desenvolver suas atividades diárias com segurança. Por isso, é de suma importância a contratação de uma boa empresa de segurança para garantir todo um trabalho realizado com qualidade e de forma segura.

O setor de segurança privada tem crescido no país no desde 2010 conforme aponta a pesquisa da FENAVIST  (Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores).

“As empresas que exercem a atividade de vigilância estão presentes em todas as unidades federativas do País enquanto, na atividade de transporte de valores, as empresas concentram-se em algumas capitais e, nos demais estados, constam apenas suas filiais. Ao avaliar o crescimento do número de empresas de 2012 a 2016  nota-se uma expansão de cerca de 12,2%.”

Não apenas em quantidade mas também em faturamento, o setor não deixou a desejar;

“A evolução do faturamento foi de 87,41% de 2010 a 2014, o pessoal físico do setor teve evolução de 18,53% e a massa salarial evoluiu em 59,88% o volume.”

De acordo com o estudo levantado da Statista (consultoria alemã de pesquisa independente), o mercado de segurança privada teve alta de empregos com previsão de 20 milhões de trabalhadores em nível mundial. A entidade afirma que metade dos países no mundo já contam com mais seguranças privados do que policiais. Conforme os dados, até 2020 o setor poderá atingir até US$ 240 bilhões.

Além das perspectivas interessantes de mercado, vale lembrar que diante da criminalidade que só tem aumentado e do medo das pessoas se tornarem vítimas a qualquer momento, a segurança privada tem papel fundamental neste cenário gerando cada vez mais empregos.

O setor é um dos principais empregadores do Brasil. O contingente compõe parcela expressiva dos profissionais que atuam no segmento de segurança. Os dados da Fenavist mais recentes, apontam que em julho de 2018 havia 502.595 profissionais atuando com vigilância e segurança privada em todo o País.

Referência no mercado, a EMS oferece metodologia de ensino avançada e técnicas profissionalizantes para formar e reciclar profissionais em segurança privada, contando com dois modernos estandes de tiro dentro das instalações da escola, dois dojôs arejados para prática de defesa pessoal, simulador de carro-forte e 12 amplas salas de instrução na unidade de Belo Horizonte.

Com excelente localização a Escola está no coração de Belo Horizonte, a 40 metros da Praça Sete e aproximadamente 500 metros da rodoviária, além estar presente em mais 6 Unidades ( Betim, Sete Lagoas, Venda Nova , G. Valadares,  Juiz de Fora, Varginha).

Não deixe de acompanhar nosso Facebook e ficar por dentro de tudo que acontece em nossa escola, tirar dúvidas e falar com nossa equipe.

Fontes: Terra, ExameFENAVIST

 

Comments are closed.