segurancapatrimonial

Dicas Importantes: Plano de Segurança Patrimonial !

Uma etapa importante quando falamos em proteção patrimonial e de pessoas é o plano de segurança. Nele são abordadas as principais diretrizes para realização de um trabalho de excelência. Mas você sabe quais são elas? Provavelmente em algum momento das suas tarefas você se deparou com dúvidas sobre como realizar um planejamento verdadeiramente funcional e eficiente. Por isso, preparamos um material contendo temas a serem abordados.

ENTENDENDO O PLANO OPERACIONAL

Antes de qualquer coisa, é importante saber exatamente o que é um Plano de Segurança Patrimonial.  Então vamos lá… Basicamente, trata-se do documento que registra a descrição de cada etapa de um planejamento a ser executado, diagnosticado por um especialista.

ELEMENTOS BÁSICOS  

Quatro elementos são imprescindíveis de conter no documento:

– Objetivos e metas. Assegurar a guarda e proteção do patrimônio e de pessoas.

Descrição dos meios necessários para a realização. Ou seja, quais artifícios serão necessários para a concretização do plano; pessoas, aporte financeiro, suportes tecnológicos, materiais e outros;

– Mecanismos de controle. Meios que permitam o monitoramento durante a execução do planejamento;

– Indicadores de desempenho. Maneiras de mensurar a efetividade do plano ao final do processo.

CONTEÚDOS IMPORTANTES  

Em cada organização, existe um modelo de plano a ser seguido. Este deve conter as diretrizes internas e políticas de segurança individual de cada empresa. No entanto, os temas a seguir ajudarão você a construir de um plano mais completo.

– Faça um diagnóstico;

– Avalie os riscos para cada ação. Como em qualquer contexto de segurança haverá riscos e este tem que ser minunciosamente mensurado para o êxito do planejamento, para o caso de alguma ocorrência;

– Converse com as pessoas que fazem parte do plano. O sucesso da operação depende do comprometimento da equipe, portanto a comunicação tem que ser eficaz;

– Determine prazos. Para cada etapa do plano, delimite prazos, assim, os resultados poderão ser mensurados com mais facilidade.

 – Monitore as ações. Mais do que colocar em prática, é necessário manter o monitoramento constante da efetividade das ações;

– Use os recursos de forma eficiente. Uma das vantagens de um planejamento é saber de quanto será o aporte necessário para a operação.

– Compartilhe o plano de segurança com a esfera diretiva. Por ter informações confidenciais de cada instituição, é importante manter o dialogo entre os responsáveis pela contratação.

 

Fonte: TBI https://goo.gl/vw7EgL

Comments are closed.