Noticias

Banner Site

Contratação de serviço de segurança patrimonial requer cuidados

Contratação de serviço de segurança patrimonial requer cuidados.

Ocorrências de roubos, assaltos à mão armada e até latrocínios deixaram de ser exclusividade dos grandes centros do país, nos últimos tempos. Diante do crescimento da violência confirmado nos noticiários, a procura por serviços de vigilância e segurança patrimonial aumenta na região de Criciúma.

O crescimento desse mercado, no entanto, atrai o surgimento de clandestinos, exigindo atenção de condomínios, proprietários de residências e empresas interessados em investir no serviço. O Sindicato das Empresas de Segurança Privada de Santa Catarina (Sindesp-SC) levou 45 denúncias de negócios irregulares entre 2013 e 2016.

A ocupação irregular do mercado se dá por empresas não regulamentadas pela Polícia Federal para o serviço, além de autônomos. “Há uma série de rigorosas exigências a serem cumpridas para poder atuar nesse ramo, porém a diferença essencial está no treinamento das equipes de profissionais e a estrutura de suporte para os vigilantes patrimoniais”, aponta o sócio-proprietário da Tec Serv/Empretec, Davi Teixeira.

Banner Site

CONTRATAR SEGURANÇA CLANDESTINA É ILEGAL E IRRESPONSÁVEL!

SEGURANÇA PRIVADA
Segurança privada é todo serviço destinado à defesa do patrimônio da segurança física de pessoas, ao transporte e à escolta de valores ou de carga, de forma armada ou desarmada. Regulamentada pela Lei Federal 7.102/83, a Segurança privada só pode ser exercida por empresas especializadas, legalmente constituídas e devidamente autorizadas pela Policia Federal. A profissão de vigilante também é regulamentada pela Lei Federal 7.102/83. Os profissionais contratados pelas empresas de segurança devem, obrigatoriamente, ser formados em cursos ministrados por escolas de formação de vigilantes, possuir o registro no departamento de Policia Federal e a carteira Nacional do Vigilante (CNV).

AS ATIVIDADES EXERCIDAS PELAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PRIVADA
1- SEGURANÇA PATRIMONIAL: exercida dentro dos limites dos estabelecimentos urbanos e rurais, públicos ou privados, com a finalidade de garantir a incolumidade física das pessoas e a integridade do patrimônio no local e /ou em eventos sociais;
2- SEGURANÇA PESSOAL: exercida com a finalidade de garantir a incolumidade física das pessoas;

Banner Site

Piso salarial da escolta armada em Minas Gerais

O vigilante de escolta armada possui um perfil, capacitação, disponibilidade e nível de exposição ao risco diferenciado dos vigilantes que prestam outras atividades dentro da segurança privada.

Reconhecendo essa especialização observamos o surgimento do Piso de Escolta Armada nas Convenções Coletivas de Trabalho que vai se incorporando e oferecendo remuneração diferenciada para os vigilantes de escolta considerando as caraterísticas dos serviços.

E iminente a necessidade de uma legislação específica para este segmento para contemplar escalas, intrajornada, interjornada e outros pontos que já foram resolvidos, por exemplo, para os motoristas de caminhão, na Lei 13.103/2015, que deveria ser uma referência pois, ao final, a escolta armada acompanha o caminhão.

Em oportunidade da negociação da Convenção Coletiva vigente para o período 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2016, entre a categoria profissional dos empregados de empresas de segurança e vigilância do Estado de Minas Gerais e o SINDESP MG, e que contou com a mediação do Ministério de Trabalho e Emprego,

Banner Site

Você sabe o que é segurança orgânica?

E qual a diferença entre a segurança orgânica e privada? Conheça as características e diferenças das duas e saiba como e onde cada uma deve ser utilizada

O termo segurança orgânica foi criado para designar a contratação de um segurança por uma empresa de forma direta, ou seja, a segurança fica sob responsabilidade da própria empresa e não de uma empresa de segurança privada que oferece serviços na área. Isso significa que quem deseja usufruir deste serviço e não deseja fazê-lo de forma terceirizada precisa contratar um profissional em regime CLT, que fará parte do quadro de funcionários, único e exclusivamente, daquela empresa.
Responsabilidades legais

Quando uma empresa opta pela segurança orgânica ela precisa estar totalmente ciente de que assume uma série de responsabilidades legais para manter esse profissional a seu serviço. Da mesma forma que as empresas de segurança privada precisam cumprir uma série de exigências e de prestar contas aos órgãos competentes, as empresas que assumem a segurança orgânica precisam prestar conta à Polícia Federal e a outros órgãos reguladores,

Banner Site

Comissão aprova obrigação de segurança em estádio ser feita por empresa privada

A manutenção da ordem no recinto esportivo deverá ser realizada por agentes de segurança privada; quando realizado por órgãos de segurança pública, esse serviço deverá ser indenizado ao Estado

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou o Projeto de Lei 3875/15, do deputado Cabo Sabino (PR-CE), que determina a contratação de agente de segurança privada para garantir a segurança do torcedor em evento esportivo.

Atualmente, o Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/03) estabelece que a segurança tanto dentro e fora dos estádios deve ser feita por agentes públicos, como policiais militares.

A proposta, aprovada em 2 de outubro, permite o emprego de policiais militares para a segurança desde que o responsável pelo evento indenize o Estado pelo serviço. Nesse caso, o Estado deverá estabelecer critérios para repasse da indenização ao servidor público que tiver trabalhado.

Para o relator na comissão, deputado Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO), a força policial não pode servir como uma espécie de “segurança privada”

Banner Site

REGULAMENTO DA CAMPANHA PROMOCIONAL – PROMOÇÃO INTERATIVA ESCOLA MINEIRA DE SEGURANÇA

1 – DA CAMPANHA PROMOCIONAL: Esta campanha promocional, divulgada e realizada na rede social Faceebook, na página da ESCOLA MINEIRA DE SEGURANÇA. É dirigida ao público em geral e tem como premiação o sorteio uma bolsa para a realização gratuita do Curso de Grandes Eventos oferecido pela ESCOLA MINEIRA, nos termos e condições abaixo.
2 – VIGENCIA DA PROMOÇÃO: A promoção terá início no dia 05 de Agosto de 2016 e encerrar-se à no dia 12 de Agosto de 2016. Dessa forma, participará da promoção as pessoas que cumprirem os requisitos previstos no item 3 no período de vigência, salvo prorrogação expressa da promoção.
3 – REQUISITOS OBRIGATORIOS PARA PARTICIPAR DO SORTEIO: Para concorrer ao prêmio (bolsa de estudos para o Curso Grandes Eventos) o candidato deverá, obrigatoriamente:
• Curtir a página da ESCOLA MINEIRA DE SEGURANÇA no Facebook (www.facebook.com/)
• Curtir a publicação da Promoção “Promoção Interativa” na página do Facebook (https://www.facebook.com/escolamineiradeseguranca/)
• Compartilhar a publicação da promoção (https://www.facebook.com/escolamineiradeseguranca/photos/p.916030585190836/916030585190836/?type=3)
• Marcar,

Banner Site

Sem uso de armas e discrição nas ações, segurança privada vive aquecimento

Enquanto as atenções se voltam para a segurança pública feita por forças oficiais nos Jogos Olímpicos, um outro segmento, o da segurança privada de delegações, VIPs e patrocinadores, vive um aquecimento.
Os agentes têm perfil mais discreto, mas atuam de forma similar aos das forças públicas: vistoriam locais a serem visitados por seus clientes e monitoram rotas de chegada e de fuga. A diferença é que tentam fazer isso sem que ninguém perceba.
Quando acompanham as delegações, os agentes em campo se misturam aos clientes, em geral não usam armas e nunca estão uniformizados.
O sargento da reserva do Exército americano Cléber Ferreira, 43, é um dos que atuará nos Jogos. Ele fará a segurança de convidados de um grande patrocinador de cujo nome pediu sigilo.
Ferreira, que tem dupla cidadania- brasileira e americana- e lutou na guerra do Afeganistão entre 2010 e 2011, fez o mesmo trabalho na Copa-2014. No fatídico BrasilxAlemanha, acompanhava um grupo de 200 VIPs sul-africanos no Mineirão.

Banner Site

Segurança do Boulevard Olímpico, na Zona Portuária, terá 1,4 mil câmeras

A segurança do Boulevard Olímpico na Zona Portuária do Rio terá um efetivo de 500 pessoas e cerca de 1,4 mil câmeras para monitoramento. O espaço terá mais de 80 shows durante a Rio 2016 e tem a expectativa de receber 80 mil pessoas por dia. A segurança especial foi anunciada nesta sexta-feira (22) pelo Ministério da Justiça.

O patrulhamento do boulevard irá contar com homens das polícias Federal e Militar, da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e agentes da segurança privada do Porto Maravilha. As câmeras de segurança estarão instaladas até em barcos que estarão na baía.

O secretário extraordinário de Segurança para grandes eventos, Andrei Rodrigues, esteve no local e afirmou que as ações serão coordenadas. “Essas imagens chegam aos nossos ambientes de operação de comando e controle e, a partir daí, coletando com os demais dados, informações, do nosso policial de inteligência que está em campo nós podemos tomar uma decisão operativa mais eficaz”, disse.

Um Centro de Controle Móvel ficará à disposição em um local estratégico.

Banner Site

Espanha contrata segurança privada para Rio 2016

Os membros da delegação espanhola nas Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016 terão segurança privada. O Comitê Olímpico Espanhol (COE) anunciou a contratação da empresa Prosegur, que tem filial no Brasil, para reforçar a proteção de atletas e dirigentes e da Casa da Espanha, localizada próxima ao Jardim Botânico.

O efetivo extra de segurança serve para os membros da delegação espanhola que não ficarão na Vila Olímpica. É a primeira vez na história que o país recorre a este tipo de iniciativa. Em Seul 1988, Barcelona 1992, Atlanta 1996 e Sydney 2000, agentes da Casa Real atuaram disfarçados para proteger os membros da família real presente aos eventos.

Segundo os meios de comunicação espanhóis, a contratação da empresa de segurança privada se deve mais ao temor da violência urbana do que de possíveis ataques terroristas. Nesta semana, as autoridades brasileiras admitiram rever o plano de segurança para os Jogos depois do ataque em Nice que matou mais de 80 pessoas.

Em maio,

Banner Site

CARTA ABERTA – ESCOLA MINEIRA DE SEGURANÇA

Há 12 anos iniciamos nosso projeto de elevar a Segurança Privada a um patamar diferenciado em Minas Gerais. Olhar para essa história, e ver que toda nossa disciplina e perseverança fizeram com que MILHARES de alunos ingressassem no Mercado de Trabalho é extremamente gratificante.
A ânsia de ensinar e partilhar todo o conhecimento e experiência com nossos alunos, faz com que nossa caminhada seja um processo fascinante. E saber que todo esse processo é prestigiado e requerido pelas maiores empresas do mercado, nos diz que estamos trilhando um caminho de sucesso.
Nosso desejo é de que nossos alunos e ex-alunos retornem para a Escola Mineira em busca de aperfeiçoamento e qualificação, e encontrarem na Escola Mineira amparo e apoio para ser um profissional de excelência é o que nos motiva todos os dias. Acompanhar e trabalhar para que isto aconteça é o que nosso principal pilar.
Deixamos aqui nesta mensagem um MUITO OBRIGADO a todos nossos alunos, ex-alunos, colaboradores, amigos e parceiros pelo apoio e confiança nesses 12 anos.